03 novembro 2006

Acredito novamente em vós!

Foto: Sónia Nabais
Coreto "disfarçado" junto da Cantina das Matemáticas (ou será das Químicas?)
da Universidade de Coimbra
Andava um pouco desiludida.
É verdade.
Com as pessoas.
Sim.
Estava a ser difícil “comunicar” com os colegas de curso, a sério, sentia-me um peixe fora de água, uma extraterrestre.
Tinha apenas duas pessoas, que tal como eu, são trabalhadores-estudantes e ajudávamo-nos mutuamente.
Hoje foi um dia diferente.

Voltei a ACREDITAR.

Voltei a acreditar que as pessoas só precisam de um “clique” para despertar e se ajudarem, sem esperar nada em troca
Até na Biblioteca do IPJ me ajudarem, sem me conhecerem.
Obrigado a todos.

Tal como já aqui disse uma vez:

Há mais pessoas boas que más, mas as más sabem ser más, as boas não sabem ser boas!

Vamos revirar esta afirmação!

Beijinhos e Bom Fim de Semana.... molhado é certo!

9 comentários:

Fatima Vinagre disse...

Na verdade é triste! Muitas vezes dou comigo a dizer: "Às vezes há quem queira fazer bem, mas não se sabe bem é a quem!" Bj

Amaral disse...

Voltar a acreditar é a conquista final e imprescindível.
O bom e o mau são realidades da nossa existência. Aceitando-as, podemos acreditar sempre e sempre...

Mocho Falante disse...

Assim mesmo é que é...expressão positiva

Bom fim de semana

Jardineira aprendiz disse...

Uma visão positiva faz toda a diferença!
Beijinhos e bom fim de semana!

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Ora nem mais...olhar com positivismo e fé para tudo!
Que bom que estás mais animada!
beijinho

Paulo Nabais disse...

Aí está o caminho...

Badala disse...

Como essa fase está certa...

igo... disse...

Gostei muito da ultima frase... os bons acomodam-se... agora ando numa fase de ser mau... é a vida...

Sininho disse...

Concordo com a tua frase "Há mais pessoas boas que más...", acredito, e se precisares de alguma coisa do Centro de Documentação 25 de Abril da Univ. Coimbra, estarei lá para te ajudar, eu sou a Paula, na Faculdade de Letras é mais dificil mas conheço lá boas pessoas, embora a minha experiência profissional nessa faculdade n fosse muito boa, mas se precisares pede, tou à disposição