10 outubro 2008

... as memórias...

"Ainda que se narrem, como verdadeiras, coisas passadas,
o que se vai buscar à memória não são as próprias coisas que já passaram,
mas as palavras concebidas a partir das imagens de tais coisas, que,
ao passarem pelos sentidos,
gravaram na alma como que uma espécie de pegadas"

"Confissões" de Santo Agostinho

A minha "labuta" continua, entre o limear do cansaço e a alegria da aprendizagem.

Esta frase de Santo Agostinho vem de um trabalho que fiz sobre a Memória, gostei dela, pois faz-nos pensar e para a compreendermos temos que a ler muitas vezes.

3 comentários:

sandra pereira disse...

Temos? :P
Acho que só quem é, seilá, vejamos...hhmmm, fraquinho da cabeça ou está distraído. :DDDD
Acho que é muito explícita, mas sim acho-a muito actual e óbvia.
Se falarmos em narrar, e não só.
SP

Mocho Falante disse...

De facto dá que pensar sim senhor

beijocas

dina disse...

por acaso essa coisa da "memória" é uma coisa que me intriga.
consigo lembrar-me de cada coisa mais estranha e aquelas que deviam fazer parte de mim... esqueço
estranho que se farta