26 junho 2006

Estado de degradação



Fotos: Sónia Nabais

Azulejos da escadaria do
Jardim da Sereira em Coimbra

Tenho andado desaparecida…. Trabalho a mais, que mais dizer?

E mais uma vez o Jardim da Sereia em Coimbra.

Dá dó olhar para este azulejos lindíssimos assim neste estado…

Têm umas “esculturas” estranhas (oferecidas ou pagas, não sei) lá no Jardim… e depois para estas antiguidades, não há dinheiro para restaurar? Link dos OVNIS

Provavelmente tinha mais impacto restaurarem os azulejos do que colocar "ovnis" a contornar as arvores! Haja prioridades, não é?

Se calhar estou a fazer uma critica destrutiva… mas é o que penso, sem saber se estou a pensar bem!

11 comentários:

sa morais disse...

A tua critica não é nada destrutiva, pelo contrário. Destrutivos são os palhaços nas câmaras e nos ministérios que deixam que o nosso património se degrade... É que isto é um património que é de todos nós e sempre que um desses ajulezos se perde, por exemplo, ficamos todos um pouco mais pobres... Infelizmente, a nossa própria sociedade dá cada vez menos valor a estas coisas... É triste!

Um belo post, amiga!

zalinha disse...

De facto quem ve uma escadaria destas a degradar-se e ser gasto dinheiro em outras coisas a partida menos importantes so pode ter esse tipo de pensamento.

sara aires disse...

Hummm, é urgente de facto uma consciÊncia maior para a importaância de preservar,para a conservação da nossa identidade cultural. Mas desculpa a franqueza, parece-me errado considerar uma arte maior que outra só porque é mais antiga, mais tradicional, ou de feitura mais complicada. É realmente necessário cuidar mas também inovar, resprar novas ideias, que um dia mais tarde serão também antigas...

sa morais disse...

Exacto Sara, mas o que hoje é novo também será antigo... Com estas politicas, no futuro o muito antigo já não existirá e o antigo estará igualmente degradado, num circulo vicioso.

No entanto, esses ovnis, a nível estético não se comparam aos paineis de azulejos, mas essa é uma opinião pessoal.

Luisa disse...

Concordo em absoluto contigo. Primeiro era preciso restaurar os azulejos mas como isso é muito caro vão adiando a obra...

Anónimo disse...

Concordo absolutamente com a tua observação.

Bruno Nabais disse...

eu tmb penso assim..k desperdiçio de dinheiro...

eveonclouds disse...

Tou contigo.... embora respeite outros pensares, chama-se - e paga-se! - por "arte", cada coisa!

Há tanta arte bonita a degradar-se, faz tanta, tanta pena....!
beijinhos

sara aires disse...

Bom, quando deixei o meu comentário, queria apenas dizer que não é "deitando abaixo", (e desculpem a expressão demasiado forte, mas não me recordo de outra) a arte contemporânea que favorecemos a preservação da mais antiga. Para mim faz todo o sentido preservar e restaurar! Acho é que não podemos ser como a avestruz e esconder a cabeça na areia quando vemos algo novo e que não compreendemos.
Dizer que esat arte é melhor ou pior que aquela baseado apenas num gosto pessoal é errado. Aí devemos apenas referir a nossa preferência e não atribuir uma melhor ou pior categoria ao objecto em apreciação. Não?

sa morais disse...

Bem, Sara como somos seres pensantes e criticos, todos temos direito a escolher e preferir o que nos parece melhor. Dizeres que "uma arte é melhor ou pior que aquela baseado apenas num gosto pessoal é errado", parece-me isso sim errado. A não ser que queiras passar um atestado de ignorância a todos nós. Ou serão só alguns iluminados quem percebe a arte? Nada mais errado! E os verdadeiros artistas discordarão de ti. A arte é para ser apreciada e criticada por todos! Só assim a arte tem sentido! Uma arte só de elites supostamente ( muito, muito só supostamente )intelectual??? Um dogma! Isso não! A arte é de todos! è uma representação do real que é de todos e para todos! Claro que não podemos pôr de lado a arte moderna, contemporânea, mas... neste caso os OVNIS são os ovnis... E mesmo isto pode ser uma apreciação artistica. Ovnis, o sentido do mito, do desconhecido, o receio que o homem tem do desconhecido...

sara aires disse...

Oohh! Isto de comments tem muito que se lhe diga. Principalmente pq quem lê não está a ouvir, a sentir o tom do que o outro está a dizer... Sou completamente contra uma arte elitista, ou de vanguarda, ou comercial, ou ou ou... A Arte não deve depender directamente do público, mas obviamente que sem ele não pode existir. Mas também não deverá ser submetida a opiniões como forma de selecção. Isto é, acho que todos devem pronunciar-se sobre a arte, gostando ou não, mas com a imparcialidade necessária para darem lugar a todos os outros.Se deixasse de ver as coisas com os meus próprios olhos só pq alguém me disse que não presta... bom estaria a vida toda a passar-me ao lado, não Sá?
Bem hajam as opiniões e o debate, a crítica e os gostos!
:)