09 junho 2006

Micro Horta


Fotos: Paulo Nabais

Gosto muito de cuidar da nossa micro horta, dá-me imenso prazer e relaxa profundamente.

Estas fotos foram tiradas no início desta semana, quando andávamos a tirar as ervas daninha (na foto dos tomateiros ainda se vê algumas).

Depois aconteceu uma coisa muito engraçada.

Os meus filhos andavam na rua a andar de skate e de bicicleta, entretidos rua abaixo, rua acima.

Nós quando acabamos de tratar da horta fomos para cima para casa e passado um bocado, o mais novo começa a chamar-me, queria ir arranjar o jardim.

Eu disse-lhe que já lá tinha estado e que agora não me apetecia.

Passou-se um tempinho e começa ele novamente a chamar-me.

- Mãe anda cá ver uma coisa.

Sabem o que ele fez?

Foi ajardinar sozinho!

Eu tinha uma alegria do lar pequena num vaso e ele pega nela, cava um buraco no canteiro e toca de plantar a alegria do lar!!!!!

Que filho cheio de iniciativa.

O que é certo é que a alegria do lar está toda catita num cantinho do canteiro, está a florir toda feliz!


9 comentários:

dina disse...

grandes resultados... a minha até está a crescer mas muitoooooooooo lentamente, e as alfaces teimam em não ter mais do que 7cm de altura. ah, mas tenho uma cebola que se deu muita bem, estava na minha despensa e começou a criar raizes, coloquei-a num vaso e ... taram deu uma flor... as da horta nem por isso :)

Meia Lua disse...

Estas memórias ficam-nos para sempre. O meu pai tinha uma horta, passava lá horas, com o prazer de estar a mexer na terra e os seus olhos brilhavam quando de lá tirava couves, alfaces, cenouras, depois era só distribuir. Nunca me esqueço quando pegou num punhado de terra e disse: isto ninguém te pode tirar. A terra pertence ao homem, é dela que sai tudo o que precisamos. Beijinho

Jardineira aprendiz disse...

Tens que estimular essa vocação!!
A horta tem um aspecto impecável!
Beijos

bruno_scouts disse...

lolol :P

jo disse...

Mãos de criança são abençoadas. Eu de horta não percebo e tenho pena, mas dêem-me umas sementes, uma estaca, um caule e tudo o que planto medra. Converso muito com elas e elas agradecem-me florindo.
Bjs

manuel disse...

Micro-horta, Jardim, coisas que me fazem "inveja". Boa semana

Luisa disse...

Como só tenho uma varanda, não posso ter uma horta como a tua mas tenho pena.

Ainda bem que os teus filhos também gostam de mexer na terra. Faz-lhes bem!

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

A minha varanda é a nossa pequena horta. As crianças divertem-se e aprendem.
Beijo

Mocho Falante disse...

pois olha eu também acho que não há nada melhor que passar a tarde de volta das plantas...cansa mas depois o resultado final dá um prazer infinito

beijocas