04 maio 2006

Diário de uma Dieta


Foto de Barbara Bahia
Africa do Sul - Kruger


Não resisti a colocar aqui esta dieta, foi a Fernanda que me enviou e alegrou-me um dia cinzento.
Peço desde já desculpa pelos palavrões, mas se os retirar também não tem grande piada.
Divirtam-se.


DIÁRIO DE UMA DIETA

Querido Diário,
Vou começar a fazer dieta hoje. Preciso de perder oito quilos. O médico aconselhou-me a escrever um diário, onde devo apontar tudo aquilo que como e falar sobre o meu estado de espírito. Estou entusiasmada e sinto-me de volta à minha adolescência. Por mais sofrimentos que a dieta implique, vou-me sentir compensada quando conseguir caber naquele vestidinho preto maravilhoso. Vai ser óptimo!

Primeiro dia de dieta
Um triângulo de queijo magro. Um copo de diet shake. O meu humor está óptimo. Sinto-me mais leve. Uma leve dor de cabeça, talvez.

Segundo dia de dieta
Uma salada de alface. Uma torrada de pão integral. Um iogurte. Ainda me sinto muito bem. A cabeça dói-me um pouco mais, mas não é nada que uma aspirina não resolva.

Terceiro dia de dieta
Acordei a meio da madrugada com um barulho esquisito. No princípio, ainda pensei que fosse algum ladrão, mas depois percebi que era o meu próprio estômago a roncar tão alto, que até metia medo. Bebi um litro de chá e passei o resto da noite a levantar-me para ir à casa de banho.
Nota: Nunca mais tomo chá de camomila!

Quarto dia de dieta
Estou a começar a odiar as saladas. Sinto-me como se fosse uma vaca a mastigar ervas. Ando meio irritada. O tempo também não ajuda. A minha cabeça parece um tambor. A M. comeu uma pizza hoje ao almoço. Mas eu resisti.
Nota: Odeio a M.

Quinta dia de dieta
Juro por Deus que, se vir mais algum triângulo de queijo magro à minha frente, vomito! Ao almoço, senti como se a salada se estivesse a rir de mim. Gritei com o J. e com a M. hoje! Preciso de me acalmar e de me voltar a concentrar. Comprei uma revista com a Sofia Aparício na capa. Não posso perder de vista o meu objectivo.

Sexto dia de dieta
Estou um caco. Não dormi nada esta noite. E o pouco que dormi, sonhei com pudim de ovos. Estou capaz der matar por causa de um pastel de nata, hoje...

Sétimo dia de dieta
Fui ao médico. Emagreci 250 gramas. Cabrão! Andei a semana toda a comer ervas, só me falta mugir e ele ainda me diz que perdi 250 gramas! Ele explicou-me que isto é normal: as mulheres demoram mais a emagrecer e ainda mais na minha idade. O filho da puta chamou-me gorda e velha!
Nota: Procurar outro médico.

Oitavo dia de dieta
Fui acordada hoje por um frango assado. Juro! Ele estava à beira da minha cama, a dançar o can-can.
Nota: O pessoal lá do escritório hoje olhou para mim com um ar esquisito.

Nono dia de dieta
Não fui trabalhar hoje. O frango assado voltou a acordar-me, desta vez a dançar a dança do ventre. Passei o dia no sofá a ver TV. Acho que estou a ser vítima de uma conspiração. Todos os canais passavam receitas culinárias. Ensinaram a fazer tarte de maçãs, salame de chocolate e sanduíches variadas e criativas, para fugir à rotina.
Nota: Comprar outro controle remoto: num acesso de fúria, mandei o meu pela janela fora.

Décimo dia de dieta
Meu Deus, como eu odeio a Sofia Aparício!!!

Décimo primeiro dia de dieta
Dei um pontapé no cão da vizinha. Gritei com a mulher da limpeza. O J. não entra na minha sala. As Secretárias encostam-se à parede quando eu passo.

Décimo segundo dia de dieta
Sopa
Nota: Nunca mais jogo póquer com o frango assado. Ele faz bluff.

Décimo terceiro dia de dieta
A balança não se mexeu. Ela não se mexeu! Não perdi nem um mísero grama! Desatei a rir à gargalhada. Assustado, o médico sugeriu um psicólogo. Acho que chegou a falar em psiquiatra. Será por eu o ter ameaçado com um bisturí?
Nota: Não volto mais ao médico, o frango acha que ele é um charlatão.

Décimo quarto dia de dieta
O frango apresentou-me uns amigos dele. A picanha é óptima e a torta, embora meio enfezada, é um doce.

Décimo quinto dia de dieta
Matei a Sofia Aparício! Cortei-a em pedacinhos, a ela e a todas as fotos de modelos escanzeladas que tinha em casa.
Nota: O frango e os seus amigos estão chateados comigo. Comi um pedaço do Sr. Pão. Mas foi em legítima defesa. Ele ameaçou-me com um pedaço de salame.

Décimo sexto dia
Terminei a dieta. Chateei-me com o frango e comi-o, acompanhado com o pão. Terminei com a tarte. Ela realmente era um doce.


11 comentários:

O que eu quiser disse...

loll... está de mais...
beijos

jardineira disse...

*:)))o pesadelo com o frango a dançar can-can é o meu favorito! *:)))

igo... disse...

Um dieta fantástica... mas eu não preciso :)... tenho de te responder ao email, mas não ando nada com vontade de carregar nas teclas... Um beijinho, gmc

Luisa disse...

Mas que texto tão cheio de humor! O que vale é que nem todas as dietas são assim!

Jardineira aprendiz disse...

Eh! eh! Eu tenho que fazer dieta para engordar!

Não sei se viste a minha resposta na caixinha, não adianta muito cortares a tal florzinha para a pôr na horta. Se quiseres uma solução ecológica usa o Bacillus thuringensis se conseguires arranjar.
Bjo

LUA DE LOBOS disse...

A autora Maria de São Pedro, a Papiro Editora e a Fnac têm o prazer de convidar V.Exas. a estarem presentes para o lançamento do livro GATO PEDRA no dia 19 de Maio, pelas 19.00h na Fnac - Cascais Shopping.

Paulo Nabais disse...

Bom, já o tinha lido por email. Estas alterações psicológicas necessitam de muito apoio. De facto, a dieta não pode ser a única fonte desse mal moderno. O mei problema é que não consigo aumentar de peso,... mas lá vou tentando...

Fernanda Carvalho disse...

LOLOLOL
Publicaste-o aqui!!!
É demais, não é?
Ainda bem que melhorei o "tempo" que fazia parqa os teus lados.
;o)
Beijinhos
Fernanda

mimi-chocolat disse...

Genial :) conseguiste transmitir de uma forma tão divertida essa escravatura de ter que ser elegante por qualquer razão, quer de saúde ou meramente de estética!

Zoquinha disse...

Vamos lá!! Temos que ter força!!!

Anónimo disse...

Keep up the good work 1980 u.s.a. hockey team Tramadol hcl 2f ultracet Fsh 20 clomid challenge hummer limocine