29 agosto 2006

As flores inspiram-nos

Foto: Sónia Nabais
Termas do Luso

Quando vim de Angola, fui viver durante algum tempo para o Luso, com o resto da família, enquanto os meus pais não arranjavam casa para alugar.

Bastou esse pequeno lapso de tempo, tinha eu 5 anos, para que me apaixonasse pelo Luso.

Luso faz lembrar um conto de fadas, uma história de encantar, uma casinha de bonecas.

Quis a sorte ditar, que passado 24 anos ia viver para tão perto da terra encantada, com vista para a minha querida serra do Bussaco.

No Domingo fui lá tomar um cafezinho com o Paulo e registei mais este momento.

Estas flores são para ti, Sandy querida, pois quando tirei a foto lembrei-me de quanto tu gostarias de ali estar.

5 comentários:

igo disse...

Olá. Também conheço o Luso desde que me conheço a mim, passei lá grandes tardes. Na altura das férias ia para lá de junho a setembro, só passava parte de Agosto na Figueira. Eram tempos maravilhosos... Mas os tempos agora também são fantásticos... ;) Um beijinho, gmc

Sininho disse...

O Luso funciona para mim juntamente com a Serra do Bussaco, como um belo conto de histórias e um paraíso

bruno_scouts disse...

realmente!!
eu também adoro o Luso!!
o Bussaco é linduuuuuuuuu

Mocho Falante disse...

ah pois e quem não gosta do Luso???? Doido como sou por jardinagem, adoro sempre revisitar essas paragens

beijocas

sa morais disse...

Também tenho boas recordações do Luso, quando à já uns bons anos lá ia de férias com os meus pais. O Luso sempre me pareceu um mundo à parte, uma espécie de terra de fábulas, onde cada pequeno recanto podia esconder todo um mundo... São impressões de quando era miúdo, mas fiquei sempre com elas