20 agosto 2006

Era uma vez...

No fim de Maio, dei com estes gatinhos na mata encostados à minha casa - ver noticia aqui.


Um dos gatinhos sei que morreu, também envenenado, na mesma altura que a minha cadela. Andavam, mãe e os filhos pela mata.

Desde o início de Agosto que me apercebi que um dos gatinhos se escondia na minha cave, mas ele é selvagem e mal nos sente foge apavorado.

O gato é lindíssimo e está gordinho, pois dorme e alimenta-se em minha casa. Parece um gatinho de peluche. Decidi montar-lhe uma armadilha para vos dar a conhecer o nosso novo hospede.

Um carreiro de biscoitos.

cu cu aqui estou eu.

Não sou lindo?

Mas tenho uma pata ferida, ando a mancar, só que sou rebelde e fujo quando alguém se aproxima...

6 comentários:

Mocho Falante disse...

coitadinho...é natural que se esconda afinal certamente não tem tido uma vida descansada...mas com insistência vais acabar por conquista-lo...

beijocas

Mocho Falante disse...

Só mais uma coisa...

é fantástico haver pessoas como tu que os ajudam na sua dificl cruzada

bem haja

Sandra Pereira disse...

Apanhado com a boca na botija.
Olha, a expressão dele, parece mesmo a Marisa. :D
Sandra

Formiguinha disse...

Eheheh que bela ""armadilha""!!!

Bjinhos***

Sininho disse...

K bonito, penso k com muita determinação e insistencia ele vai ficar sociabilizado, lindo este gato, adoro vir aki

Anónimo disse...

Esse tipo de ação mostra que você é uma pessoa muito especial,você é uma pessoa linda amei a sua atitude,quem dera se todas as pessoas tivesse esse carinho com os animais.