18 novembro 2005

Apesar das dificuldades ...

Foto: Paulo Nabais

Dia 15 de Novembro, comemorou-se o "Dia Nacional da Língua Gestual Portuguesa", apesar dos espinhos que a sociedade dita "normal" apresenta para todas estas pessoas que não ouvem, elas conseguem singrar e dar a volta por cima (comparando com a foto em cima).

Agora, que ando a aprender e estou a tirar à noite um Curso de Língua Gestual Portuguesa, com a professora Lurdes, que é surda - uma pessoa extraordinária - é que me apercebo de algumas... muitas dificuldades que eles têm que ultrapassar.
Mas nós, ouvintes, ainda temos que ultrapassar muitos mais obstáculos, pois nós só ouvimos... eles "ouvem-nos" porque sabem ler os lábios e "falam" com as mãos, o que nós não conseguimos entender.

Fica aqui um pensamento para reflectir, é quase um pedido:

"A VOZ DO SURDO são as mãos e os corpos que pensam, sonham e expressam. Pensar sobre a Surdez requer entrar no MUNDO DOS SURDOS e OUVIR as mãos que, com alguns movimentos, nos dizem o que fazer para tornar possível o contacto entre os mundos envolvidos, requer conhecer a LÍNGUA GESTUAL. Permita-se OUVIR essas mãos, pois somente assim será possível mostrar aos Surdos como eles podem ouvir o silêncio da palavra escrita. "
Ana Cristina (Professora brasileira)

10 comentários:

Luísa disse...

Pampilhosa... da Serra??

Bjs
Lu

Luísa disse...

O Meu Avô era da Pampilhosa da Serra, por isso a pergunta :o)

Obrigada pelo comentário aos meus brincos e pela visita.

Bjs
Lu

Luísa disse...

Agora que cheguei a casa, li com atenção o texto:
"A VOZ DO SURDO..."
Ajuda a reflectir... belo texto.

Bjs
Lu

Paulo Nabais disse...

Faz-me lembrar "A voz do Silêncio".
Sem palavras...

Eva Shanti disse...

Imagino que aprender linguagem gestual seja como aprender uma língua nova: ficamos com outra visão do mundo, com os horizontes mais largos, pois aprendemos outra maneira de nos expressarmos e outra estrutura de pensamento. Acredito que a língua em que somos nativos condiciona a nossa forma de pensar. Será que se tivesse nascido noutra país ou se, desde bebé, tivesse tido contacto com outra língua, olharia para o mundo com outros olhos?

Bjs

adesenhar disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
adesenhar disse...

quando tirei o meu curso em Lisboa, muitas vezes me deslocava de metro, esse eficaz meio de transporte, onde eu punha à prova um dos meus passatempos favoritos... analisar o comportamento das pessoas, que tal como eu viajavam pelos mais variados motivos.Havia no entanto um grupo que, pelas suas características especiais, sempre me fascinou.Eram os surdos mudos.No meio de tanta confusão, próprias das horas de ponta, deliciava-me tentando perceber o conteudo das suas conversas, procurando um ou outro gesto que apontasse para um qualquer significado
que tivesse paralelo no meu mundo de seres falantes e ouvintes.O meu fascínio era tal, que por vezes me esquecia de sair na minha estação de destino.As comparações com o meu mundo eram inevitáveis.Ali eles tinham uma agradável vantagem, conseguiam ter uma conversa perfeitamente normal,
apesar do extremo ruído, os normais atropelos de entradas e saídas entre estações, stresses esvoaçantes aos quais não ficamos indiferentes.Mas aquele grupo de surdos mudos continuava impávido e sereno na sua amena cavaqueira, num mundo que eu sentia ser deliciosamente silencioso.
ops...
acordei...
:)
ainda hoje mantenho esse fascínio, pela língua gestual...
:)

perola&granito disse...

bom fim de semana :)

As Musas disse...

Sim, é um mundo fascinante, só me falta aprender a letras do alfabeto; V, K, Y, W e hoje dei por mim ao espelho a conversar letra a letra e fiquei fascinada com o que consegui.
Agora só um a parte.
As pessoas surdas não gostam que lhes chamem Surdos-Mudos, pois eles só são surdos, eles não são mudos, eles falam com as mãos, têm cultura.
São apenas surdos.
Nunca tinha pensado nisso até a minha professora nos dar essa prespectiva.
Um beijinho a todos e bom fim de semana.

adesenhar disse...

não foi por mal...
talvez distração da minha parte não sei, mas estou sempre a aprender.Não volto a cometer o erro "Surdo-Mudo".
obrigado pela dica
:)